Texto Maior
Texto Maior
Texto Maior
Texto Menor
Texto Menor
Texto Normal
Texto Normal
Contraste
Contraste
Libras
Libras
Vlibras

O conteúdo desse portal pode ser acessível em Libras usando o VLibras

Acesso à informação
Acesso à informação
Libras
Mapa do Site

Bom Jesus dos Perdões, sexta-feira, 02 de dezembro de 2022 Telefone (11) 4012-1000

Atendimento Atendimento: De Segunda à Sexta das 10:00 às 16:00 Horas

Sext
02/12
Chuva
Máx 26 °C
Min 18 °C
Índice UV
13.0
Sáb
03/12
Chuva
Máx 25 °C
Min 19 °C
Índice UV
13.0
Domi
04/12
Chuva
Máx 24 °C
Min 19 °C
Índice UV
13.0
Segu
05/12
Chuva
Máx 24 °C
Min 19 °C
Índice UV
13.0

Cultura - Domingo, 01 de Janeiro de 2017

Buscar Notícia

Notícias por Categoria

BANDA JOVEM REPRESENTA: DOIS DEDOS DE PROSA, COM MAESTRO COELHO

O maestro da banda jovem e da orquestra de violas, conta os desafios da profissão e fala sobre as metas dos próximos anos.


BANDA JOVEM REPRESENTA: DOIS DEDOS DE PROSA, COM MAESTRO COELHO

Nesta quarta (09), o maestro das bandas marcial, jovem e orquestra de viola, Geraldo Coelho, comenta a trajetória como professor de música desde 2009, em Bom Jesus dos Perdões. E mostra como o apoio dado na atual gestão influencia na continuidade do projeto. Fora o impacto que a banda tem na vida dos jovens de Bom Jesus, mudando o rumo da vida de muitos. Confira a entrevista exclusiva:

Desde a época em que o senhor iniciou o trabalho, em algumas escolas, com o projeto “Santuário da Música”, o crescimento é visível. Como começou essa trajetória frente a banda musical?

Quando fui convidado para comandar o projeto “Santuário da Música” da educação, em 2009, tive acesso a secretaria da educação, onde encontrei instrumentos de fanfarras encostados. Eu perguntei a secretária de educação, na época, se podia utiliza-los, fora as flautas e trompetes que tínhamos. Ela me perguntou: “Mas você sabe usar? ”. Eu, acanhado, respondi: “um pouquinho”. E nós fizemos a nossa primeira apresentação 3 meses depois daquilo.

A nossa banda tem incentivo por parte da secretaria de cultura? Vocês se sentem abraçados?

Claro, a ajuda da Ana Lúcia é um diferencial dos últimos tempos, realmente só tenho a elogiar o trabalho dela a frente da secretaria. Compramos instrumentos pequenos para a banda marcial, coisa que não tínhamos, vai ficar ainda mais bonito.

Hoje a banda jovem tem quase 40 integrantes – começou com 28, como o senhor me disse. Imagino que deve sofrer muito com a rotatividade? Como conseguir conciliar esse fluxo com os ensaios e músicas novas?

Infelizmente sempre teve, eles crescem, precisam trabalhar e a gente não tem como segurar, mas dá dó, pois teriam um lindo caminho pela frente. É difícil conseguir levar o trabalho, mas com a ajuda de todos, temos um repertório de mais de 80 músicas. Coisa rara para uma banda com esse número de integrantes, agora mesmo vamos ensaiar mais 3!

Indo para o lado social, Professor. Qual é a importância do projeto para essas crianças, que muitas das vezes, estariam na rua, com más companhias. Quão grande é a influência da música na vida desses jovens?

Pergunta para as professoras deles o tamanho da diferença dessa garotada na sala de aula. O antes e depois da música. O aluno é outro. Por exemplo o João (aluno da banda) bem no início, fui na escola dele e a professora me perguntou: “O que você fez com esse menino? ”, mas eu digo que não foi eu, especificamente, mas sim, a disciplina que a música exige, muda completamente o ser humano.

No âmbito familiar, modifica o olhar? O senhor acha que a partir do jovem, muda o pensamento da família inteira?

Mas é claro, o pessoal daqui jamais imaginaria ter os filhos na sala São Paulo, mas tivemos. É música séria que, certamente, vão levar para a vida. Para uma mãe, mil vezes o filho com o trompete na mão, do que uma garrafa!

Qual é importância da banda marcial, já que trabalha com os mais novos?

É importante pois formamos o músico, é difícil pelo mesmo motivo. Mas dá orgulho ver os pequenos tendo noção de música, levando o estudo para a vida. Aqui temos a teoria, eles aprendem música de verdade. E anualmente já passo alguns alunos para a banda musical. Aqui temos um grande diferencial, todos os músicos são de Bom Jesus, fruto da terra. Em outras bandas, temos alunos de várias cidades, aqui temos só perdoenses!

 

FacebookTwitterWhatsAppImprimir

Voltar para a listagem de notícias

Bom Jesus dos Perdões

CALENDÁRIO DE EVENTOS

ACOMPANHE-NOS

UNIDADES FISCAIS

Fique por dentro dos índices - ver todas

Nenhuma unidade fiscal cadastrada no momento!

Versão do sistema: 2.0.0 - 02/12/2022

Portal atualizado em: 02/12/2022 19:25:33

Prefeitura Municipal de Bom Jesus dos Perdões - SP.
Usamos cookies para melhorar a sua navegação. Ao continuar você concorda com nossa Política de Cookies e Políticas de Privacidade.